sábado, 29 de fevereiro de 2020

CARIDADE - A extensão da compreensão desta palavra







CARIDADE

(A extensão da compreensão desta palavra)


Diz Jesus: 

“Eu vos falei da fé e da esperança, e pensava que não fosse preciso falar-vos de novo sobre a caridade, porque Eu tanto a exalo, que dela deveríeis estar já saturados. Mas estou vendo que vós a conheceis só de nome, sem saberdes qual é a natureza e a forma dela. Tendes dela um conhecimento como o que tendes da lua. Estais lembrados de quando Eu vos disse que a esperança é como o braço atravessado do doce jugo, que regula a fé e a caridade, que é o patíbulo da humanidade, e o termo da salvação? Sim. Mas não compreendestes as minhas palavras, qual o significado delas. E, por que não me pedistes explicação delas? Pois Eu vos vou dá-las. É um jugo, porque obriga o homem a conservar baixa a sua soberba estulta, sob o peso das verdades eternas. E é um patíbulo para esta vossa soberba. O homem que espera em Deus, seu Senhor, necessariamente humilha o seu orgulho, que gostaria de proclamar-se “deus”, mas reconhece que ele não é nada, e que Deus é tudo, que ele nada pode e que Deus pode tudo, que ele homem é um pó que passa, e que Deus é eternidade, que eleva o pó a um grau superior, dando-lhe um prêmio de eternidade. O homem se prega em sua cruz santa, para chegar à Vida. E aí o fixam as chamas da fé, da caridade, mas é a esperança que o levanta até o Céu, pois ela está entre as outra duas. Mas guardai bem esta lição: se faltar a caridade, o trono fica sem luz, e o corpo, despregado de um lado, inclina-se para a lama, por não ver mais o Céu. Ele anula assim os efeitos salutares da esperança, e acaba tornando estéril até a fé, porque afastados de duas da três virtudes teologais, caem num enfraquecimento e enregelamento mortal.
Não vos recuseis a Deus, nem nas coisas muito pequenas. E já é recusar-se a Deus deixar de prestar ajuda ao próximo, por um orgulho de pagãos.
A minha doutrina é um jugo que pega a humanidade culpável e é um malho que rompe a opressão dura para libertar o espírito. É um jugo e um malho, sim. Mas também quem a aceita não sente o cansaço que produzem as outras doutrinas humanas, e todas as outras coisas humanas, mas também quem se deixa ferir por elas não sente a dor de ser esmagado no seu eu humano, mas experimenta uma sensação de libertação. Por que é que procurais livrar-vos dela, para substituí-la por tudo o que é pesado e doloroso?
Vós todos tendes as vossas dores e as vossas canseiras. Toda a humanidade tem dores e canseiras, ás vezes até acima das forças humanas. Desde o menino, como este, que já traz em seus pequenos ombros um grande peso, que o faz encurvar-se, e que afasta o sorriso infantil dos seus lábios, e a despreocupação de sua mente, que sempre, humanamente falando, não terá por isso nunca sido de um menino. Desde este menino, até o velho que se inclina já para a tumba, com todos os seus desenganos e canseiras, com o peso e as feridas de sua longa vida. Mas na minha Doutrina e na minha Fé está o alívio para estes pesos oprimentes. Por isso, ela é chamada a “Boa Nova”. E quem a aceita e lhe obedece, será feliz desde esta terra, porque terá Deus para seu alívio, e as virtudes para lhe tornarem fácil e luminoso o caminho, como se elas fossem umas boas irmãs que, segurando-o pela mão, com suas lâmpadas acesas, lhe alumiarão o caminho e a vida, e lhe cantam as promessas eternas de Deus, até quando, depois que seu corpo se tiver inclinado, já cansado desta terra, tiver ido despertar no Paraíso.
Por que quereis, ó homens, ficar afadigados, desolados, cansados, desgostosos, desesperados, quando podeis ser aliviados e confortados? Porque vós também meus Apóstolos, quereis sentir os cansaços da missão, as suas dificuldades, a sua severidade, enquanto que, se tiverdes a confiança de um menino, podereis ter somente uma risonha tarefa, uma luminosa facilidade para cumpri-la, e compreender e sentir que ela é severa, somente para com os impenitentes, que não conhecem a mão do menino pelo caminho, mostrando aos passos incertos do pequenino onde é que estão as pedras, os espinheiros, os ninhos das serpentes e os buracos, para que ele os fique conhecendo, e não corra perigo.
...Vinde a Mim, vós Apóstolos, e vinde a Mim, vós todos, ó homens que sofreis por dores materiais, por dores morais, por dores espirituais. Estas últimas, produzidas pela dor de não saberdes santificar-vos, como quereríeis por amor a Deus e com solicitude, e sem voltardes ao Mal. O caminho da santificação é longo e misterioso, e as vezes por ele se anda, sem que o caminhante saiba que vai indo pelas trevas, com  sabor de um tóxico na boca, e achando que não está indo para a frente, e que não está bebendo nenhum líquido celeste. Ele não sabe também que essa cegueira espiritual é um dos elementos da perfeição.
Felizes aqueles, três vezes felizes que continuam a andar, sem poderem gozar da luz e de doçuras, e não param porque nada estão vendo, nem ouvindo, e não ficam parados, dizendo: “Enquanto Deus não me der delícias, eu não vou para a frente.” Eu vo-lo digo: a estrada mais escura se tornará mais clara, de repente, abrindo-se para paisagens celestes. O tóxico, depois de ter tirado todos os gostos pelas coisas humanas, se transformará em doçura do Paraíso para estes corajosos, que dirão, espantados: “Como foi isso? Como eu estou sentindo tanta doçura e alegria?” Porque eles terão perseverado, e Deus os fará exultar, desde esta terra, com as coisas do Céu.
Mas, enquanto isso, para resistirdes, vinde a Mim, vós todos que estais afadigados e cansados, vos, Apóstolos, e convosco todos os homens que procuram a Deus, que choram por causa da dor desta terra, que se extenuam, lutando sozinhos, e Eu vos restaurarei. Tomai sobre vós o meu jugo. Ele não é um peso, é um apoio. Abraçai a minha Doutrina, como se fosse uma esposa amada. Imitai o vosso Mestre, que não se limita a falar bem dela, mas faz o que ensina. Aprendei de Mim, que sou manso e humilde de coração. Encontrareis o repouso para as vossas almas, porque mansidão e humildade vos dão o reino nesta terra e nos Céus. Eu já vo-lo disse que os verdadeiros triunfadores entre os homens são os que os conquistam pelo amor, pois o amor é sempre manso e humilde. Eu não vos mandaria nunca fazer coisas superiores ás vossas forças, porque Eu vos amo e vos quero comigo no meu Reino. Tomai, pois, a minha insígnia e o meu tribunal e esforçai-vos para serdes semelhantes a Mim, e tais quais a minha Doutrina ensina. Não tenhais medo, porque o meu jugo é suave e o meu peso é leve, enquanto que infinitamente poderosa é a glória de que gozareis se me fordes fiéis. Infinita e eterna...

(O Evangelho como me foi Revelado – Maria Valtorta – Vol. 4, pg. 289 a 292)   

terça-feira, 11 de fevereiro de 2020

O ANTICRISTO SERÁ HOMOSSEXUAL?







O ANTICRISTO SERÁ HOMOSSEXUAL?

Para muitos, inclusive teólogos e leigos, acreditam que o Anticristo do final dos tempos não poderia ser um homossexual. Mas eu pergunto: Porque não? A meu ver – e dou razões abaixo --, teria a obrigatoriedade de ser um homem extremamente promíscuo, pela própria natureza deste corpo hibrido endemoninhado. Na Bíblia diz claramente que o Anticristo seria um homem-demônio que não terá desejos por mulheres. Observamos esta afirmação em Daniel 11,37:
Tradução Bíblia Almeida: Não terá respeito aos deuses de seus pais, nem ao desejo de mulheres, nem a qualquer deus, porque sobre tudo se engrandecerá.”
Tradução do Hebraico: E quanto aos deuses dos avós dele não considera e quanto ao desejo das mulheres não considera e quanto a todos os deuses não considera porque pretenderá ser grande sobre todos.”
Tradução da Septuaginta- (Do original Hebraico para o Grego)- a mais antiga tradução confiável da Bíblia, feita por setenta e dois rabinos, sendo seis de cada tribo de Israel.
37 “Não respeitará ele quaisquer deuses de seus pais nem o desejo de mulheres, e não considerará nenhuma divindade, pois se engrandecerá acima de tudo,
38 e honrará o deus das fortalezas no lugar daquelas. A um deus a quem seus pais não conheceram honrará com ouro, prata, pedras preciosas e coisas desejáveis.”
Poderiam alguns objetivar que, não ter desejo pelas mulheres não significa que será um homossexual, mas apenas alguém que desejou ficar solteiro, que decidiu ficar virgem. Sim, poderia sim, se fosse um homem comum, mas neste caso estamos falando sobre o filho de Satanás encarnado num corpo humano, que odeia o ser humano e deseja sua extinção, portanto prostituir o próprio corpo é inevitável. Também na Bíblia temos um relato de Paulo que o chama de homem do pecado. Mas por que chamá-lo assim?
Irmãos, quanto à vinda de nosso Senhor Jesus Cristo e à nossa reunião com ele, rogamos a vocês  que não se deixem abalar nem alarmar tão facilmente, quer por profecia, quer por palavra, quer por carta supostamente vinda de nós, como se o dia do Senhor já tivesse chegado.  Não deixem que ninguém os engane de modo algum. Antes daquele dia virá a apostasia e, então, será revelado o homem do pecado, o filho da perdição.  Este se opõe e se exalta acima de tudo o que se chama Deus ou é objeto de adoração, chegando até a assentar-se no santuário de Deus, proclamando que ele mesmo é Deus.”(Tessalonicenses 2)
O Anticristo tem muitos títulos: Lúcifer, Satanás, Diabo, Filho da perdição, a Besta que veio da água, o chifre pequeno, Antiga Serpente, Mestre da impureza, entre outros, e também este título: “o homem do pecado”. A meu ver esta frase “o homem do pecado”, está sendo usada para definir que o Anticristo terá um pecado específico, que o identifique como perverso e abominável aos olhos de Deus. Observem como Nossa Senhora em La Salete descreve este demônio:
“Será durante este tempo que nascerá o Anticristo, de uma religiosa hebraica, de uma falsa virgem, que terá comunicação com a antiga serpente, o mestre da impureza. O seu pai será bispo. Em seu nascimento, vomitará blasfêmias, terá dentes; numa palavra, será uma encarnação do Diabo. Soltará gritos medonhos, fará prodígios e só se alimentará de impurezas. Terá irmãos que, embora não sendo como ele diabos encarnados, serão filhos do mal. Aos doze anos, chamarão atenção sobre si mesmos pelas rudes vitórias que alcançarão. Bem depressa, irão colocar-se à frente de grandes exércitos, assistidos por legiões do Inferno.”
É óbvio que, faria todo tipo de pecado, e pecados dos mais escabrosos possíveis, porque é o inverso, o contrário, o avesso. Se utilizaria sim de todos os meios pecaminosos para bradar sua fúria contra Deus, abusando de seu corpo humano. Ele não perderia esta oportunidade única para seus propósitos sórdidos, porque sabe que será lançado vivo, junto com o Falso Profeta, nos abismos do Inferno, --na segunda vinda de Cristo--, sabe que seu tempo é curto e trágico. Já temos no mundo, para confirmar esta possibilidade do Anticristo ser um homossexual, um candidato perfeito para este cargo, que se chama Barak Hussein Obama. Sabemos que Obama é homossexual, filho de uma prostituta, com pai polígamo e “casado” com um Trans, suas duas filhas são adotivas e seu “casamento” uma fachada para enganar as pessoas. Também nos foi revelado por Deus à Santa Catarina de Siena, em um de seus diálogos o seguinte: “Esses infelizes caem no vício contra a natureza. São cegos e estúpidos, cuja inteligência obnubilada não percebe a baixeza em que vivem. Desagrada-me esse último pecado, pois sou a pureza eterna. Ele me é tão abominável que somente por sua causa fiz desaparecer cinco cidades. Minha justiça não mais consegue suportá-lo.”
Que diz a Bíblia sobre a homossexualidade?
Temos várias passagens que não deixam dúvidas:
Romanos 1:26-27-32 – “Por isso os entregou Deus a paixões de ignomia. Porque as suas mulheres mudaram o natural uso em outro uso, que é contra a natureza. E assim mesmo também os homens, deixando o natural uso das mulheres, arderam nos seus desejos mutuamente, cometendo homens com homens a torpeza, e recebendo em si mesmos a paga que era devida ao seu pecado.32-Os quais tendo conhecido a justiça de Deus, não compreenderam que os que fazem semelhantes coisas, são dignos de morte; não somente os que estas coisas fazem, senão também os que consentem aos que as fazem.”
OBS : Para aqueles que ainda não tiveram uma iluminação sobre o que significa a paga, ou seja a expiação imposta por Deus aos homossexuais, é bom saber que esta paga se trata da doença venérea: a AIDS, exclusiva para relacionamentos entre homens com homens. A proliferação para outras pessoas não homossexuais, aconteceram de farias formas, mas a fonte da doença está nesta prática anti-natural. Aquela explicação de alguns cientistas, relatando que a AIDS surgiu em alguns macacos verdes de uma região da áfrica, --isso no início do surto mundial--, é uma tremenda enganação. Também não existe nenhum gene Gay no DNA humano, como tentou impor um cientista maluco a algum tempo atrás, que foi completamente contestado por vários outros cientistas, comprovando a inexistência de tal anomalia.
Levítico 18;22 – “Não te deitarás com varão, como se fosse mulher, é abominação.”
Coríntios 6;9 – “Não sabeis que os injustos não herdarão o reino de Deus? Não vos enganeis, nem os devassos, nem os idólatras, nem os adúlteros, nem os efeminados, nem os sodomitas, nem os ladrões, nem os avarentos, nem os que se dão a bebedices, nem os maldizentes, nem os roubadores hão de possuir o reino de Deus.”
Com relação aos argumentos de alguns estudiosos, sobre este texto de Daniel 11,37, dizendo que se trata da época de Antíoco (daquela época), e não do final dos tempos, tentando com isso, fazer desacreditar, que não se refere ao Anticristo do final dos tempos. Devemos refletir e lê-los com mais atenção, pois os escritos de Daniel 11, fazem parte das visões proféticas, que tem seu início em Daniel 7, se estendendo até Daniel 12. Se debruçarem com espírito humilde, nestas passagens bíblicas, chegarão a conclusão que estas visões de Daniel tratam sem dúvida nenhuma do final dos tempos, e podemos confirmar com as seguintes passagens:
Daniel 8,19 = “E me disse: Eu te mostrarei o que há de suceder no último dia da maldição, porque o tempo tem o seu fim.”
Daniel 10,14 = “E eu vim para te ensinar as coisas que estão para suceder ao teu povo nos últimos dias,porque o cumprimento desta visão ainda está para dias.”
Daniel 12,13 = “Tu porém, vai até o tempo predefinido, e descansarás, e descansarás, e ficarão na tua sorte até o fim dos dias.”
O próprio Jesus em Mateus 24,14,15, confirma a passagem Bíblica em Daniel 11,31 e 12,11 se referem ao final dos tempos quando disse: “E este evangelho do reino será pregado em todo o mundo, em testemunho a todas as nações, e então virá o fim. Quando virdes, pois, a abominação da desolação, que foi descrita pelo profeta Daniel, no lugar santo, aquele que lê entenda.”
Por estas reflexões e indagações acima, concluo meu raciocínio convencido de que o Anticristo terá que ser um homossexual sem dúvida nenhuma. Aliás será um dos motivos de sua grande popularidade, principalmente nestes tempos finais onde os milhares e milhares de homossexuais, estão sendo tratados com respeito pela sociedade secularista, com leis favorecendo-os e impondo sua aceitação. Esta minha convicção está vinculada, não somente nos escritos Bíblicos, mas na identificação positiva do Anticristo Obama. Se não tivéssemos este indivíduo sinistro, ficaria em dúvida. Mas eu sei que é ele o maldito homem do pecado da torpeza.

Antonio Carlos Calciolari

sexta-feira, 7 de fevereiro de 2020

EU SOU O QUE REINA








EU SOU O QUE REINA


Diz Jesus:

   
“Não temais aqueles que matam o corpo, mas não matam a alma. Mas temei somente aquilo que pode por a perder a vossa alma. E reunir no último juízo esta(alma) ao corpo ressuscitado, para jogá-los no fogo do Inferno. Não temais. Não se vendem dois pardais por uma moeda? E, no entanto, se o Pai não o permitir, nenhum deles cairá, apesar de todas as insídias do homem. Portanto, não temais. Vós sois conhecidos pelo Pai. Conhecidos sois por Ele até pelo número de fios de cabelo que tendes na cabeça. Vós sois mais do que muitos pardais! E Eu vos digo que quem me reconhecer diante dos homens, também Eu os reconhecereis diante de meu Pai que está nos Céus. Mas quem me renegar diante dos homens, também Eu o renegarei diante do meu Pai. Reconhecer aqui quer dizer seguir e praticar. Renegar é abandonar o meu caminho por covardia, pela tríplice concupiscência, ou por algum cálculo egoísta, por afeto humano para com alguém dos vossos, que esteja contra Mim. Porque haverá também isso.
Não penseis que Eu tenha vindo trazer a concórdia a esta terra e por esta terra. A minha paz é mais alta do que as pazes, calculadas para tirar partido delas cada dia. Eu não vim trazer a paz, mas a espada. A espada afiada para tirar as lianas, que se agarram a lama, e para abrir caminhos para vôos do sobrenatural. Por isso Eu vim para separar o filho do pai, a filha da mãe, a nora da sogra. Porque Eu sou o que reina e tem todo o direito sobre os seus súditos. Porque em Mim se encontram todos os amores, sublimando-se, e Eu sou Pai, Mãe, Esposo, Irmão, Amigo, e vos amo como tais, e como tal sou amado. E, quando Eu digo: “Eu quero”, nenhum liame pode resistir e a criatura é minha, Eu, com o Pai a criei, Eu, por Mim mesmo a salvo, e Eu tenho o direito de possuí-la.
Em verdade os inimigos do homem são os homens, além dos demônios. E os inimigos do homem novo, do cristão, são os de sua casa, com os seus lamentos, ameaças e súplicas.
Quem pois, de agora em diante, amar o pai e a mãe mais do que a Mim, não é digno de Mim;
Quem ama o filho ou a filha mais do que Mim, não é digno de Mim.
Quem não tomar a sua cruz cada dia, complexa, formada de resignações, de renúncias, de obediências, de heroísmos, de dores, de doenças, de lutos, de tudo aquilo que manifesta a vontade de Deus ou uma prova do homem e, com essa cruz ás costas, não me seguir, não é digno de Mim.
Quem dá mais importância à sua vida terrena do que á vida espiritual, perderá a verdadeira Vida.
E quem tiver perdido a sua vida terrena por amor a Mim, a encontrará eterna e feliz.
Quem vos recebe, a Mim recebe. E quem me recebem recebe aquele que me enviou. Quem recebe um Profeta como Profeta, recebe prêmio proporcional à caridade que teve para com o Profeta. E quem recebe um justo como justo, receberá prêmio proporcional ao do justo. E assim é, porque quem reconhece no Profeta o Profeta, é sinal de que ele também é Profeta, isto é, muito Santo, porque está seguro pelos braços do Espírito de Deus, a quem tiver reconhecido um justo, demonstra que ele também é justo, pois as almas semelhantes se reconhecem. A cada u, pois, será dado conforme a justiça.
Mesmo a quem tiver dado ainda que um simples copo d”água pura a um dos meus servos, fosse ele o menor deles, ---e são servos de Jesus todos aqueles que o pregam com uma vida santa, e tanto podem sê-lo os reis, como os mendigos, os sábios como os que não sabem nada, os velhos como os pequeninos. Porque em todas as idades e classes se pode ser meu discípulo --- quem tiver dado a um meu discípulo ainda que só um copo d”água, em meu nome, e porque ele é meu discípulo, em verdade Eu vos digo que não perderá a sua recompensa.”


(O Evangelho como me foi revelado – Maria Valtorta, Vol 4 – pg. 268,269,270)