sexta-feira, 18 de setembro de 2020

AINDA A TEMPO ENQUANTO EXISTIR O TEMPO

 

AINDA A TEMPO ENQUANTO EXISTIR O TEMPO

 

Saiba você que, assim como eu, somos pecadores, como são todos os homens, e enquanto houver vida em nós, haverá a oportunidade de sermos salvos, mediante uma sincera confissão. Saiba você que tem consciência de que pecou contra Deus, de que enquanto respirar nesta vida, poderá ser perdoado, se tiver a boa vontade de pedir perdão pelos pecados cometidos.

Não se desespere, ainda a tempo enquanto existir o tempo, porque na outra Vida com Deus não existe o tempo. Esta vida é temporal, mas a outra não tem fim.

O mundo sufoca, eu sei. O mundo aleija, eu sei. O mundo reprime, te empurrando cada vez mais para caminhos errados, cheios de dor interior e exterior.

Sei, porque vivo no mesmo mundo que você.

Tanto eu como você temos nossas tentações, umas menores outras maiores e vorazes, mas sem as tentações vencidas, não há mérito, e sem mérito não conquistaremos o prêmio do Paraíso. As tentações são absolutamente necessárias para se saber o grau de obediência de cada um, referente ao tipo de tentações que sofreu, a quantidade e sua intensidade, e consequentemente a medida correta e justa do prêmio de cada um. A vitória é maior quanto maior for o inimigo vencido.

Há! Se você me ouvisse. Quantas bem-aventuranças receberia!Quanto amor!

Esteja certo, que existem pecadores redimidos que se tornaram mais queridos por Deus, do que alguns que nunca permitiram que seus pecados se amontoassem, pois sempre se confessaram. Quanto mais pecados não confessados possuirmos, maior é a crosta que impede a Luz de agir, menores serão as possibilidades de se redimir. Sim, porque a volta à espiritualidade, daquele que estava na lama, que desejou de todo seu coração se redimir, um amor de entrega total da alma sem qualquer tipo de restrição, terá um mérito maior, mais elevado. Por isso não tenha vergonha de confessar seus pecados. É preferível se envergonhar, se rebaixar, se humilhar, agora nesta vida, do que ter que sofrer eternamente no Inferno carregando tais pecados.

Não perca nunca a esperança, porque ela é de fato a última que morre no coração dos homens. Quem não a tem já desistiu de tudo. É a última das virtudes que se extingue.

Ao ateu, é necessário refletir sobre verdades inquestionáveis, perceptíveis observacionalmente ao nosso redor, com a beleza extasiante em tudo que existe, gritando todas em uma só voz: “Eu, a beleza, tive um Feitor amoroso.” A beleza sugere ordenação e inteligência como requisitos fundamentais para sua existência. Oh! negador de Deus! Reflita sobre esta verdade.

A vocês todos que sofrem algum tipo de expiação, surdos, mudos, doentes terminais, tetraplégicos, e doentes espirituais, saibam que entrarão no Reino eterno de Deus completamente sadios, perfeitos, e serão amados por Deus de um  modo particular, por terem suportado a dor nas adversidades da vida terrena, não deixando de acreditar na salvação, engrandecendo vossas almas, devido sua persistência na fé. Porque a dor traz lágrimas que se transformam depois, na outra vida, em bem-aventuranças eternas. A dor acolhida como uma provação a ser vencida, é asa, e um dom dos grandes Santos. Ouvirão as músicas mais afáveis, sentirão o odor dos perfumes mais inebriantes, verão coisas tão lindas que nossos olhos jamais viram, e que a inteligência humana jamais poderia imaginar. O Céu é a perfeição do Amor!

Volta ovelhinha perdida. Volta para o rebanho de seu Pastor. Ele vos espera com os remédios de cura para os arranhões de sua veste. Andaste por caminhos estranhos e traiçoeiros, não é? Mas o Pastor não tira os olhos de ti, intercedendo, ajudando de varias maneiras, afim de ver seu retorno. Nesta altura do caminho só existe um par de passos na areia, Ele carrega você.

Retire as raízes que te imobilizam, crie asas e voe para a liberdade da alma. Suba e não olhe para traz. Uma purificação santificadora nos libertará de todos os pesos.

Volta ao ovil de seu Criador, que esta esperando ansiosamente por seu triunfante retorno.

Deus irá esperar por você até o último suspiro nesta vida.

Quanto amor vos espera! Quanta paz!

Ainda a tempo, enquanto existir o tempo, e a escolha é somente sua.

Basta querer..., desejar..., ter boa vontade.

 

Antonio Carlos Calciolari

 

 

No Céu existem milhares e milhares de moradas. Estas duas pintadas pela coreana que foi ao Céu milagrosamente e sobrenaturalmente, exemplificam bem as maravilhas que nos esperam. Que sirvam de inspiração para que muitos se redimam e possam estar neste lugar tão lindo.