sábado, 17 de outubro de 2020

A MOEDA SACRÍLEGA DO VATICANO

 





A MOEDA SACRÍLEGA DO VATICANO

 

 

E o Vaticano  novamente traz um ponto de vista Pagão/Político/Materialista na justificativa da moeda. Vejam o que diz o site Church Militant (no texto o site ainda fala de outra moeda do Vaticano que mostra São Pedro dando boas vindas a imigrantes ilegais. Vou traduzir só a parte da Mãe Terra).

A Casa da Moeda do Estado da Cidade do Vaticano emitiu uma moeda de prata de 10 euros representando a "Mãe Terra" - uma imagem projetada para o Dia Mundial da Terra pelo escultor e gravador nascido em Bergamo, Luigi Oldani. Enquanto a Crônica Numismática interpretou o ícone como Madre Terra (Mãe Terra), o Vaticano a retratou como "uma mãe carregando a Terra, à qual devemos cuidado e amor como se ela fosse uma filha".

A moeda, emitida segunda-feira, simboliza a fertilidade da Terra "com longas espigas de milho" entrelaçadas com os cabelos trançados da mãe e evoca "uma referência cruzada entre passado e futuro que se torna atemporal, portanto eterna", disse a publicação. O Vaticano elogiou a moeda como representando, sob o pontificado do Papa Francisco, "um compromisso de cuidar do planeta", disse a publicação.

A celebração da vida na terra, afirmou o Vaticano, «é o projeto ao qual a Igreja se propõe apoiar, uma obra grandiosa e complexa: promover uma ação internacional para garantir a todos o futuro, a comida de que necessitam - em quantidade e qualidade - para que o avanço econômico seja acompanhado pelo desenvolvimento social, sem o qual não há progresso real ”, acrescenta a publicação. A Bíblia deixa claro que a adoração da natureza incorporada em ídolos femininos é abominável à santidade de Deus.

Oldani descreveu sua criação em termos poéticos, referindo-se à imagem como "terra fértil e fecunda, fértil e fecunda como uma jovem mulher. A terra deve ser protegida como uma mulher na expectativa de uma nova vida. A terra deve ser respeitada como uma mãe e seu filho. "

Em declarações à Church Militant, o colunista inglês Dcn. Nick Donnelly criticou o Vaticano por reiterar seu tema da deusa da fertilidade da Amazônia, Pachamama, mesmo depois de ter ultrajado os católicos no Sínodo da Amazônia de 2019.

No primeiro aniversário da adoração da demoníaca Pachamama, o Vaticano lança uma moeda em homenagem explícita ao ídolo da 'Mãe Terra'! ", Disse Donnelly.

Ele elaborou:

Este é um sacrilégio desafiador contra Deus. A Bíblia deixa claro que a adoração da natureza incorporada em ídolos femininos é abominável à santidade de Deus ", observou ele, ressaltando o repúdio categórico da Sagrada Escritura à

antropomorfização ou divinização da terra, especialmente no contexto da adoração do Antigo Oriente Próximo à fertilidade da divindade Baal.

Esta homenagem à Pachamama durante o mês de outubro - mês em que os católicos de todo o mundo têm uma devoção especial ao Santíssimo Rosário da Santíssima Virgem Maria - é um insulto à Bem-aventurada Virgem Maria. Penitência, penitência, penitência!

 

 

Fonte: http://thyselfolord.blogspot.com

Agradecimento especial ao site: www.rainhamaria.com.br

 

Deusa Gaia, Geia ou Gé (em grego: Γαία, transl.: Gaía), na mitologia grega, é a Mãe-Terra, como elemento primordial e latente de uma potencialidade geradora imensa. Segundo Hesíodo, no princípio surge o Caos (o vazio) e dele nascem Gaia, Tártaro (o abismo), Eros (o amor), Érebo (as trevas) e Nix (a noite).

 


Pacha Mama ou Pachamama (do quíchua Pacha, "universo", "mundo", "tempo", "lugar", e Mama, "mãe", "Mãe Terra") é a deidade máxima dos povos indígenas dos Andes centrais. Vários autores consideram Pachamama como uma divindade relacionada com a terra, a fertilidade, a uma mãe, o feminino.

 

 

Para confirmar as nebulosas intenções deste atual “Papa”, acaba de lançar a nível global um pacto pela educação, com o objetivo de alcançar o “bem comum”. Com a camuflagem de uma roupagem enganadora, seduz aquele que ouve alegando uma catástrofe mundial educacional se nada for feito, de que educar é um ato de amor, que funciona como antídoto contra a educação individualista, para o bem de todos, etc.  É uma fala sedutora para os desavisados, pois não conseguem enxergar a verdadeira intenção do Lobo revestido com a pele de cordeiro, com esta lábia dúbia fugaz. Entre os patrocinadores desta nova educação mundial estão nada menos do que alguns dos maiores socialistas-comunistas do planeta, tais como: Jeffrey Sachs, Jack Mak, Greta Thumberg, Bill Gates, Unesco(ONU)(defensores do aborto e da homossexualidade.

“A agência educacional e cultural da ONU diz que o propósito de educar crianças é não só promover seu alfabetismo e avanço social, mas também lhes ensinar onde e como ter um aborto e aumentar sua tolerância para com a conduta de mesmo sexo.

Em seu relatório “Ensinando e Aprendendo: Alcançando Qualidade para Todos” divulgado na semana passada, a UNESCO disse que as mulheres escolarizadas reduzem seu risco de morrer de complicações de gravidez adotando melhores práticas de higiene, tendo atendentes de parto experientes, reconhecendo sintomas de hemorragia ou pressão alta, e “avaliando como e onde ter um aborto.”

É simplesmente assustador. São assassinos cruéis. Sim, assassinos, pois não há outro adjetivo para quem mata seu semelhante. E o “Papa Francisco”, apóia e aceita o dinheiro destes homens e instituições perversas, negadoras de Deus. Acham que ele não sabe quem são estas pessoas? Ah! Como aquela frase antiga é verdadeira: “Me diga com quem andas, e te direi quem és.”

 

Antonio Carlos Calciolari

Sem comentários:

Publicar um comentário